30/10/2015

Cabrito Assado lentamente Com Cerveja Guinness






Comprar cabrito e sair uma cabra é mau. Não que tenha algo contra as ditas, mas são mais rijas, bem mais rijas. 
A primeira tentativa acabou comigo a guerra com os pedaços, mãos dentes, tudo a puxar, uma canseira no final da refeição e pouca carne comida.

Desta vez pensei: ainda aí estás no congelador... mas não me enganas mais. Já tinha feito algumas carnes cozinhadas lentamente e o resultado é sempre fabuloso... porque não experimentar com esta?

Ficou tão bom!! Mais ensopado, do que assado, pois não quis deixar no final a carne secar muito, mas ficou tão saborosa, tão tenrinha... é receita para repetir sem duvida!


Ingredientes:

- pedaços de cabrito, limpos
- 6 dentes de alho
- 1 colher de sobremesa cheia de massa de pimentão
- 2 hastas de alecrim ( folhas)
- sal grosso
- pimenta
- cominhos em pó
- cravinho em pó
- 1 caldo knorr de carne
- margarina liquida
- azeite
- 1 cerveja guinness


Ingredientes para o assado:

- couve de bruxelas frescas
- batata doce
- pastinacas
- alhos
- sal
- azeite
- vinho branco


Preparação:

Num almofariz colocar os alhos esmagados ( com o esmagador), as folhas de alecrim e o sal. Esmagar para libertar os sabores.
Acrescentar os restantes ingredientes excepto a cerveja. Envolver bem, e despejar por cima do cabrito. Acrescentar toda a cerveja e misturar.

Numa frigideira com tampa que possa ir ao forno, levar o cabrito com todo o molho ao lume até ferver. passar de imediato para o forno a 140º por 3 horas, sempre com tampa.

Findo este tempo, retirar a tampa e aumentar o forno para 180º por mais 30 minutos.

Enquanto isto, cortar os legumes do assado, colocar num pirex com uns quantos alhos esmagados, regar com sal, azeite e vinho branco e levar ao forno a assar cerca de 1 hora.

Acompanhar tudo com um belo vinho tinto e, se desejarem, pão frito! Sim, pensei nisso mas acabamos por não o fazer... no entanto este molho pede mesmo!

9 comentários:

  1. Uma comida confortante,...adoro,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
    www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderExcluir
  2. Gosto bastante de cabrito, muito boa sugestão!

    ResponderExcluir
  3. Está um frio de rachar! Até já choveu granizo! E a olhar para esse teu cabrito, que está com um aspeto assim qualquer coisa de delicioso, só me apetecia poder partilhar dessa refeição! Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Merhabalar, ellerinize sağlık. Kuzu rostonuz Çok güzel görünüyor.

    Saygılar.

    ResponderExcluir
  5. Eheheh Natacha, já me ri bastante com essa tua luta com a cabra...
    Eu adoro cabrito, cabra, borrego e afins.
    Têm de ser todos tratados de forma diferente (cozinhandomente falando, claro - e acabei de inventar uma palavra, lol), mas são todas elas carnes deliciosas.
    Deixa-me dizer-te que deste bem a volta à cabra e o que nos apresentas é um prato magnífico e de dar água na boca.
    Beijinhos e bom fim de semana,
    Lia

    ResponderExcluir
  6. Delicioso, la cerveza guinees le tiene que dar una toque delicioso, seguro quedó muy tierno y con ese acompañamiento de lujo,besitos

    Delicioso, Guinness tem que dar-lhe um toque delicioso, certo de que foi muito concurso e os beijos de luxo que acompanham

    ResponderExcluir
  7. Natacha,
    Valeu a pena a tua luta com a cabra pois o resultado do prato ficou 10! Rsrs.
    Gostei da maneira que vc preparou, muito bom!

    Beijos, ótimo fim de semana! ♥

    ResponderExcluir
  8. Haha, nunca me aconteceu mas também não costumo comprar cabrito... :P
    Cozinhar lentamente é uma boa solução! Ficou com um aspeto mesmo suculento :)

    ResponderExcluir
  9. Que bom aspeto!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Comentários Verdes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...